RSS

Arquivo da categoria: cães

>Paixão por cachorros

>

Tem coisa mais linda que um cachorro? Duvido!!! Filhote, então, nem se fala!!! Até o mais puro dos vira-latas tem um apelo especial pra mim. Mesmo fazendo suas estrepulias não consigo deixar de admirar essas criaturas de 4 patas. Pra mim são anjos, que estão aqui para nos socorrer… Olhem só essa carinha da foto. Ele não te convenceu????
Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 21/04/2010 em bagunça, cachorros, cães, fotos

 

>Visitinhas…

>Da esquerda pra direita: Carla, Sigrid e eu – o Átila dá pra ver quem é?

Eu não tinha falado que ele adora visitas? Quando aparece alguém aqui em casa, ele quer ser a estrela da festa. Se acha o último biscoito do pacote!!! Quer chamar atenção a todo custo. E se ele gosta dos viventes então, convida logo pra correr com ele em volta da mesa da sala de jantar. Se tu pensas que estou falando de um cachorro de estimação, muuuuuuita estimação, comum, de tamanho normal, daqueles que fica dentro de casa, está muito enganado. Ele é puro músculos e deve pesar uns 50kg no mínimo. Meu “cachorrinho” de estimação. Pra quem ainda não conhece, apresento Átila, Rei dos Hunos, bárbaro e bruto, mas como diz a máxima popular:”os brutos também amam”. Esses dias recebi uma visitinha rápida, entre um vôo e outro de minha cunhada e sua mãe, Carla e Sigrid. O animal foi com a cara das duas e foi uma festa só! Ele se entrega de corpo e alma àqueles de quem gosta. Tomara que ele nunca encontre alguém mau pelo caminho porque seria muito fácil judiar dele. É incrível como ele corre pra mim quando precisa de ajuda. Até nas brincadeiras, parece que ele quer que eu o proteja. Quando se sente meio acuado, vai dando ré até encontrar minhas pernas. Coisinha linda da mamis!!! Esses dias achei um blog muito interessante com um nome mais interessante ainda: “Mãe de Cachorro também é Mãe”. Me senti como se o nome fosse feito pra mim.

Eis o “convite” pra brincadeira- garrafa pet toda amassada na boca e um olhar de quem diz “vem pegar de mim, vem!!!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23/03/2010 em átila, cães, família, os rios, visitas

 

>História dos meus cães (parte 4)

>

Como eu tinha dito no final da parte 3, jurei que cachorro nunca mais. E o “pior” é que eu estava firme da decisão… Fui no veterinário dos meus cachorros dar uma espiadinha e só! Voltei pra casa falando pro meu marido da beleza dos bichinhos, tão “neguinhos”, tão fofinhos, tão cute-cute. kkkk Tu já viste um filhote fe rotweiler? Aquela coisinha preta com manchas amarelas, focinho curto, carinha de urso e gostosinho de “pertá”? Se não viu ainda, procura e vê porque tu estás perdendo muito!!! Como ia dizendo, falei várias vezes neles pro meu marido. Neles porque eram dois que ainda restavam junto com a mãe. Eu sou louca por cachorros, isso é fato. Talvez porque nunca me foi permitido ter nenhum durante minha infância e adolescência. Filhote então, nem se fala. Um filhote de cachorro, seja de que cor for, de que raça for, sem raça mesmo, é tudo de bom! Eles, definitivamente, foram feitos pra encher a vida da gente de coisa boa. Isso tudo eu digo pro meu marido. Várias vezes. Muitas vezes. Mas eu estava decidida. Só fui apreciar os bichinhos. De verdade. Voltei pra casa e continuei com meu Junior. Meu Junior era tudo de melhor. E a vida continuou, tudo na santa paz. Certa manhã, acho que era um sábado, meu marido saiu pra cortar o cabelo e voltou pra casa perto da hora do almoço. Tudo normal. Comemos e logo após a refeição meu marido se retirou para a parte da frente da casa. Foi dar uma voltinha no quintal. Junior com ele. Junior não perdia a chance de sair um pouquinho na calçada. Lavando a louça, escutei alguns barulhos estranhos e dei uma espiadinha pela porta dos fundos de onde se vê o portão. Vi João, nosso vet, e pensei logo que tinha acontecido alguma coisa com Junior que eu não soubesse. Sequei as mãos e fui ver o que era. Quando fui chegando perto já comecei e ver a “coisinha” preta no colo do meu marido. Fui me aproximando e feliz, não queria acreditar! Que surpresa! Meu marido tinha passado na clínica e escolhido um deles pra mim. Pretinho, gostoso, cheiroso, de banho tomado, dava pra pegar no colo pois ainda era pequeno. Ele ainda não tinha 2 meses. Imaginem vocês se eu não ia pegar e afofar aquela bolinha de pêlos pretos. E assim foi a chegada do Átila. Foi que que escolhi o nome pra ele. Acertei na mosca. Átila, rei dos hunos, bárbaro e forte. Tudo a ver com a minha criatura.Meu companheiro de todas as horas. Tá sempre grudado comigo, literalmente! Se eu estou por perto, ele vai dando voltas até se encostar nas minhas pernas. Não sei se já falei isso, mas ele é o mais “grudado” com a gente, talvez pelo fato de ser sozinho. Quando pequeno fez muita estrepulia pela casa. Muita mesmo!!!Quem já teve filhote de cachorro grande sabe do que estou falando… Hoje, depois de muito trabalho, já está mais acomodado. Claro que, às vezes, ele tem umas recaídas e faz uns buracos, come umas árvores, mexe nos canteiros, come tapetes. Mas só de vez em quando.Brincalhão que ele só. Quando vê alguém já vai convidando pra brincadeira de correr atrás dele em volta da mesa da sala de jantar. Adora uma visita mas detesta cachorro. É a coisa mais linda do mundo! Seus olhos conversam comigo…
 
 

>Tudo o que precisas saber sobre posse responsável de cães e gatos

>Nunca é demais relembrar para os que já sabem. Nunca é demais falar para quem desconhece. Nós somos os racionais. A responsabilidade é nossa.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 07/02/2010 em cães, dicas, mensagens, texto

 

>Lógica de Cachorro!!!!!

>

Quem convive comigo sabe que adoro cachorros. Cachorros só, não. Adoro tudo que é bicho. São puros e sinceros e a cada dia que passa me surpreendo um pouco com eles. É um jeitinho novo de olhar que a gente não tinha notado antes, uma mania nova, um gosto… Tudo que eles são e fazem pra mim é interessante. O amor que têm por nós é incondicional. E pedem tão pouco em troca!!! É um amor profundo e sem cobranças. Entrega total! Cabe a nós, que teoricamente somos os que pensam, honrrarmos esse amor e fazermos por merecer a confiança que depositaram na gente.

A razão de um cachorro ter tantos amigos é que ele abana o rabo em vez da língua. (Anônimo)

Não há nenhum psiquiatra no mundo igual a um filhote de cachorro que lambe a sua face. (Ben Williams)

Um cachorro é a única coisa na terra que o ama mais que a ele mesmo.

O cachorro comum é mais agradável que a pessoa comum. (Andy Rooney)

A pessoa que não conhece o gosto do sabão, nunca lavou um cachorro. Franklin P. o Jones

Se seu cachorro for gordo é porque você não está brincando com ele (Desconhecido)

Cachorros não são eternos na nossa vida, mas eles fazem nossas vidas eternas. (Roger Caras)

Se você pensa que cachorro não sabe contar, coloque três biscoitos de cachorro em seu bolso e lhe dê apenas dois. (Phil Pastoret)

A razão de você estar lendo essa mensagem é porque os cachorros cheiram de longe uma pessoa especial!!!!!

 
2 Comentários

Publicado por em 02/02/2010 em átila, cães, mensagens, texto

 

>Visitinhas…

>

Todo mundo que me conhece um pouquinho sabe que adoro visitas. Amo quando vem alguém aqui em casa e, apesar de não ter um cômodo específico para as visitas, sempre se dá um jeitinho. É que nem coração de mãe: sempre cabe mais um. Este ano eu trouxe duas visitas comigo para umas férias. Neca, minha cunhada e sua filha, a Maria Eduarda (7 anos de pura peraltice e falta de sossego!). Problema: temos um cão em casa, o Átila, um rot lindo, preto, imenso e, conosco da casa, um doce de criatura. Assim que combinamos a visita, pensei, cá com meus botões, se não ia dar problema com o “catorão”, já que ele não tem um histórico de relacionamento com crianças. Muitas recomendações e um pouco de medo depois, vejam no que deu! Minha criatura negra ultrapassou sem sustos o novo convívio. Ele cheirou Maria, Maria adora cachorros. Átila adora brincar, Maria adora correr. Maria deu um cansaço em Átila que ficava com 2 metros de língua pra fora de tanto saracotear. O bicho é muito confiado, só faltou pedir colinho pra ela, o que ela teria feito de bom grado se aguentasse o peso do animal. Acho que foi amor à primeira vista, ou melhor, à primeira cheirada.

 
1 comentário

Publicado por em 21/01/2010 em átila, cães, maria eduarda, os baus, texto

 

>Exageros da idade…

>

Eis que de repente aparece um feriadão na vida da gente. Nada de novo aí! Normal. Se as pessoas não fossem anormais. Quando a gente vai adquirindo uma certa idade, e não precisa ser muita, vamos mudando um pouco de personalidade. O caráter continua o mesmo pois vem com a gente, frutos da nossa criação, acredito eu. Nunca fui muito sentimental, ou melhor, não era. Hoje em dia tenho, às vezes, excesso de preocupação. Coisas que pessoas cansaram de me dizer que não merecem tanta atenção mas não consigo me controlar. Quero que todos estejam bem e felizes e, tirando a “rabujentice” que me é natural, faço o que posso pra isso. Muitas vezes exagero, como essa que está nas fotos.
No 7 de setembro resolvemos passar o feriado na praia. Problema!!! E o “indefeso” do meu cachorro? Ficaria sozinho? Quem cuidaria dele? Daria o que comer e beber àquela pobre criaturinha???? Ninguém disponível? Solução!!! Levar o bicho junto. Idéia do meu marido e eu, óbvio, adorei.
Duas horas de viagem. O marido dirigindo. Eu e Átila (pretinho básico de + ou – 50kg) no banco de trás. Até que não foi mal pra marinheiro de primeira viagem, tirando os litros de baba com que ele me presenteou.
O importante é que eu e ele adororamos a experiência. Pro meu marido eu nem perguntei se tinha gostado, acho que pra não escutar a resposta. Átila, depois de um tempinho se adaptando, brincou com a vizinhança toda, fez várias amizades na praia (alguns fugiram!!!), cansou, correu, andou solto, foi perto do mar e sentiu o cheirinho da brisa. Pena que tinha muita gente na praia e não conseguimos mostrar a água pra ele ( no fundo ele deve estar agradecido por isso, mesmo sem saber).
Companheiro de primeira grandeza. Adorei tê-lo lá comigo.
Aqui estão algumas fotos da aventura:

No quintal da casa…

Tentando tirar um cochilo mas o flash não deixa…

Descansando depois do almoço no pátio…

Dando uma voltinha na praia com o papys…

… com a mamys…

Tomando água. Afinal ninguém é de ferro!!!

Olhando a mulherada de biquini…

No quintal, em outros tons…

 
3 Comentários

Publicado por em 27/09/2009 em animais e cia, cães, praia

 
 
%d blogueiros gostam disto: